quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Beethoven - Fantasia Coral em Dó Menor - Op.80 - Fantasy Choral by Rose Colaneri

Steinway, N C Wyeth, "Beethoven and Nature" (1919)
"Pouca gente compreende que cada frase musical é um trono da paixão e que a paixão é o trono da música".
*Beethoven*

Fantasia Coral em Dó Menor - Op.80
A pérola esquecida de Beethoven...

Esquecimento esse I.M.P.E.R.D.O.Á.V.E.L.

Pouco se fala dessa magnífica obra do grande Beethoven, raros são os artigos encontrados, mesmo em bons livros biográficos às vezes somente uma pequena menção, o que para mim é um grande sacrilégio, uma grande injustiça à obra e à grandeza de alma de Ludwig van Beethoven.

Fantasia Coral traz em sua "suprema magnitude" uma "sublime leveza". Ao ouvi-la não consigo conter a emoção que me toma completamente...é brilhante a forma como essa obra me transporta a um mundo surreal de indizível prazer...beleza...êxtase !!!

Composta em dezembro de 1808 em tempo muito curto para os padrões, foi apresentada em 28 de dezembro de 1808 na Academia de Viena num grande concerto de Beethoven em seu próprio beneficio, já que estava em grandes dificuldades financeiras.

No programa, Beethoven estreou a Quinta e a Sexta Sinfonias, Concerto nº4 para piano e orquestra, e também foram apresentados os primeiros três movimentos da Missa, Op. 86 e Abertura Coriolano e para dar um "Gran Finale" a essa brilhante noite, ele apresentou fantasia para piano em ritmo de Adágio.

Já no inicio destaca-se as variações ao piano, diz-se que foi o próprio Beethoven que atuou como solista com seu estilo de improvisar e talvez tenha sido esta, uma das ultimas apresentações do grande compositor ao vivo, já que a surdez o afastava dos palcos. Houve nessa apresentação uma série de problemas devido em parte à falta de ensaios adequados e também ao conflito durante a performance da música. No entanto, essa magnífica obra de Beethoven sobrevive até os dias de hoje.

Diz-se ser essa obra, o prenuncio de Ode a Alegria, já que se assemelha muito do que será esse magnifico final da Nona Sinfonia, 15 anos mais tarde.

Fantasia Coral reúne orquestra, coro e uma parte de piano solo, tem cerca de 20 minutos e divide-se em dois movimentos : Adágio e Finale Allegro

Eis os ultimos versos - côro:

"Aceitai, pois, alegremente, almas nobres,
Os presentes da nobre arte.
Quando o amor e a força se unem,
O homem é agraciado pelo favor dos deuses"...

Ludwig van Beethoven - o Grande Maestro - Compositor - Pianista - Professor - Um Grande Mestre - o melhor para mim...THE BEST !!

Rose Colaneri